Alerj

Vicente Loureiro lança seu segundo livro nesta sexta-feira em Paracambi

O lançamento será às 19h, no auditório do IFRJ-Campus Paracambi com direito a um bate-papo com escritor, que no livro Tempo de Cidade, reúne crônicas de urbanismo e relatos da infância de Loureiro, vivida em Paracambi.

Por Eros Guiller em 03/06/2022 às 15:46:23

Arquiteto urbanista e doutorando em urbanismo pela Universidade de Lisboa, Vicente Loureiro - Foto: Reprodução - redes sociais

O renomado arquiteto urbanista e doutorando em urbanismo pela Universidade de Lisboa, Vicente Loureiro, lança hoje (3), seu segundo livro "Tempo de Cidade", em Paracambi, sua cidade natal. Vicente, há mais de 36 anos de sua vida, se dedica a serviços voltados à sociedade, principalmente para a população do estado do Rio de Janeiro, por onde trabalhou como secretário e subsecretário de estado do Rio de Janeiro.

Em seu currículo estão atuações como secretário municipal de Nova Iguaçú, Volta Redonda, Petrópolis, Barra Mansa e Paracambi, sempre em pastas vinculadas ao urbanismo, desenvolvimento local e/ou regional. Seu primeiro cargo público foi em 1983, como secretário municipal de Planejamento de Paracambi, na gestão do prefeito Delio Leal, onde foi alcançado o tombamento da Fábrica de Tecido Brasil Industrial, junto ao Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (INEPAC) e a recuperação de terras da Companhia de Trens, que deu origem a Praça Cara Nova, no Centro do município.


Vicente Loureiro - autor do livro Tempo de Cidade. Imagem - redes sociais

Vicente de Paula Loureiro, nasceu em outubro de 1954, na casa de sua avó, na Avenida dos Operários, em Paracambi. Hoje, aos 57 anos, é morador de Nova Iguaçú, na Baixada Fluminense. Além de seus atributos voltados ao urbanismo, ele também escreveu entre 2013 e 2019, ao jornal Extra, edição Baixada, e atualmente escreve à coluna do site Nova Iguassu online e Correio da Manhã, com artigos semanais que deram origem ao livro.

Uma das curiosidades reveladas por Vicente ao Folha Municipal e Paracambi Notícias, é de um episódio marcante, quando ainda era secretário em Paracambi, responsável pelos licenciamentos, em que um requisitante proprietário de terras na divisa, entre os municípios de Japeri e Paracambi, solicitou o uso de suas terras para uso urbano. O homem tinha em mãos uma certidão do INCRA que, segundo ele, dava autonomia ao uso daquela grande propriedade de terra para construções urbanas, pois não havia mais utilidade rural, mesmo bastante longe do Centro e principais bairros das duas cidades, mas que segundo Loureiro, sem quaisquer estrutura urbana, poderia evoluir à uma favelização daquela região. Vicente, preocupado com a iniciativa totalmente fora de propósito e arriscada naquela época, recorreu à procuradoria do município de Paracambi, que na época chefiada por Francisco Amaral, deu o argumento à solução: "O que não serve para rural, não quer dizer que sirva para urbano". E assim, evitada uma possível estrutura totalmente fora do equilíbrio e harmonia de planejamento urbano.

Entre essas e outras histórias, poderá ser ouvida durante o lançamento do livro "Tempo de Cidade", que ocorre na noite de hoje (3), às 19h, no auditório do IFRJ-Campus Paracambi. Durante o evento, Vicente Loureiro participará de um bate-papo com os leitores. A obra, publicada pela editora Outras Letras, reúne crônicas de urbanismo e relatos da infância de Loureiro, vivida em Paracambi, no estado do Rio de Janeiro.


Fonte: Folha Municipal

Comunicar erro
Anuncie aqui