Alerj

Servidores de Petrópolis, agora, serão obrigados a realizar curso de primeiros-socorros

Em maio, Maria Thereza Vitorino Ribeiro, de um ano, morreu depois de engasgar com um pedaço de maça em uma unidade de educação infantil.

Por Eros Guiller em 27/06/2022 às 12:28:11

Maria Thereza Vitorino Ribeiro, de 1 ano, não resistiu depois de se engasgar com fatia de maçã em cresce pública em Petrópolis - Foto: Reprodução Inter TV

A Prefeitura de Petrópolis regulamentou a lei que obriga a realização de curso de primeiros socorros para todos os servidores que trabalham com o público infantil. Conhecida como "Lei Lucas", o conteúdo indica que os profissionais passem por uma capacitação que, no município, será ministrada pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). O decreto publicado em 30 de maio deste ano, vem depois da pequena Maria Thereza Vitorino Ribeiro, de um ano, falecer ao engasgar com um pedaço de maça, em um Centro de Educação Infantil (CEI) no dia 20 de maio.

A lei municipal que obriga o treinamento anual de primeiros-socorros para os servidores do quadro e a todos os que ingressarem no serviço público em Petrópolis já foi sancionada pelo prefeito Rubens Bomtempo. Segundo o governo municipal, a capacitação passará a ser exigida em concursos públicos e processos seletivos. Os estagiários aprovados recentemente já irão passar por esse processo já nos próximos dias. Esse treinamento também será feito em instituições do terceiro setor que lidam com crianças e adolescentes.

"Estamos garantindo mais uma camada de segurança tanto para os funcionários quanto para os cidadãos que são atendidos nas repartições municipais. Estamos atentos à necessidade cada vez maior de ampliar as medidas de primeiros-socorros dentro da administração", disse o prefeito.

Fonte: G1

Comunicar erro
Anuncie aqui